21/07/2024

Sertanopolis News

Nada além da verdade!

Manejo de plantas daninhas é essencial para maior produtividade da pecuária com pasto forte e robusto

3 min de leitura

Especialista da UPL destaca, no Dia Nacional da Pecuária, a importância da pastagem para o ganho de peso dos animais

As estatísticas comprovam a força da pecuária, seja em termos econômicos ou como fornecedor de alimentos para a população local, destaca a UPL, uma das cinco maiores empresas de soluções agrícolas do mundo, neste No Dia Nacional da Pecuária, celebrado em 14 de outubro. “Em que pese este ser um ano desafiador, o primeiro semestre mostrou melhoras em importantes indicadores analisados pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística: o peso das carcaças teve elevação de 7%, chegando a 4,082 milhões de toneladas; e a aquisição de leite cru para estabelecimento com inspeção sanitária subiu 2%, superando a marca de 11,666 bilhões de litros”, informa o engenheiro agrônomo Rafael Rovêa, gerente de marketing para herbicidas focados em culturas de especialidades da UPL Brasil.

Rovêa destaca: “Num país onde a produção é predominantemente em pastagem, o capim de qualidade emerge como um pilar fundamental para o notável desempenho da pecuária no Brasil. Pastos bem cuidados não apenas servem como fonte vital de alimento para o gado, mas também desempenham papel crucial em relação ao aumento da produtividade, seja no ganho de peso, precocidade sexual e fertilidade. Ao fornecer ao rebanho os nutrientes essenciais necessários para o crescimento saudável, a pastagem não somente garante o bem-estar animal, como impacta positivamente a qualidade das carcaças e a produção de leite”.

O investimento em práticas sustentáveis de manejo de pastagens, salienta o gerente da UPL, impulsiona os indicadores econômicos, promovendo uma indústria da carne e do leite forte e robusta, além de sustentável a longo prazo. Nesse cenário, contudo, as plantas daninhas representam perigo, comprometendo a alimentação dos bovinos. Essas espécies invasoras competem por recursos, como água, luz solar e nutrientes, com as plantas forrageiras desejáveis – que em razão disso podem ter a presença bastante reduzida, ao mesmo tempo em que sua riqueza como fonte nutricional tende a diminuir.

“O manejo adequado das plantas daninhas é essencial para estabelecer e manter um pasto forte e robusto para o gado. O pasto saudável, livre de espécies invasoras, oferece uma contribuição inestimável para o aumento de arrobas e leite. Mais do que isso, assim como acontece com humanos, estar abastecido de nutrientes essenciais e, portanto, estar em boas condições corporais, ajuda a evitar doenças. Estamos falando em proteção contra os prejuízos econômicos, seja em ganho de peso ou custos para tratar problemas decorrentes da nutrição de baixa qualidade”, ressalta o especialista da UPL.

Com o objetivo de contribuir para o sucesso da pecuária, a UPL criou a linha Forte & Robusto, composta por quatro herbicidas seguros para o rebanho e eficazes no manejo de plantas daninhas semilenhosas e lenhosas de difícil controle. Albero®, Impala®, Patrono® e Reinado combatem pelo menos 18 espécies de plantas daninhas que preocupam o pecuarista – como a autoexplicativa “mata-pasto” (Eupatorium maximilianii) e o leiteiro (Peschiera fuchsiaefolia), comuns em diversas regiões. Todos possuem indicação para aplicações dirigidas, com pulverizador costal, tratorizadas ou aéreas. “Essa linha reforça nosso comprometimento com o sucesso da pecuária. Para isso, ela precisa ser altamente produtiva e sustentável”, finaliza Rafael Rovêa.

Deixe seu comentário
Compartilhe
error: Conteúdo protegido!!