27/05/2024

Sertanopolis News

Nada além da verdade!

Dengue: Mesmo com todos os esforços, agentes estão encontrando dificuldades para adentrar nas residências

4 min de leitura

O momento da epidemia de dengue no Paraná é critico. O Município de Sertanópolis vem realizando ações de combate para eliminar o mosquito transmissor da doença. Os Agentes de Endemias e de Saúde, além de realizarem o bloqueio químico e eliminação de focos do vetor, vem fornecendo orientações aos moradores. O Coordenador de Epidemiologia e Endemias, Sr. Eliezer Andrade nos informou que o  objetivo é alertar a população sobre a prevenção da doença. Ou seja, todos os cuidados para evitar que o Aedes aegypti, mosquito transmissor do vírus, se reproduza.

No ano de 2023 no mesmo período, foram 35 casos confirmados e 196 suspeitos e 1 óbito, em 2024 são 09 casos confirmados e 68 suspeitos e 0 óbitos, mostrando assim a eficácia do trabalho de endemias no município.

Mesmo com todos os esforços, os agentes estão encontrando dificuldades para adentrar nas residências. “Nós pedimos para a população de Sertanópolis limpe seu quintal, suas calhas, olhe o ar-condicionado e verifique a caixa atrás da geladeira e principalmente receba o agente de endemias. Os agentes tem nos relatado que batem palma nas casas e os moradores mesmo estando no local não saí para atender”. Disse o Coordenador.

Eliezer nos informou que o primeiro caso de dengue foi de um bebê de 11 meses. ” Nosso primeiro caso foi um bebê de 11 meses, foi uma criança inocente que não tem capacidade de limpar seu quintal, mas tem os vizinhos que precisa se responsabilizar e precisamos cuidar um do outro, esse é o nosso apelo para a população de Sertanópolis. informou

A comunidade é crucial neste esforço de combate à Dengue. Ele reforça a importância da colaboração de todos, seguindo as orientações dos agentes e adotando medidas preventivas em suas residências.

Em Sertanópolis: agentes de combate à dengue intensificam ações de controle - Sertanopolis News
Em Sertanópolis: agentes de combate à dengue intensificam ações de controle – Sertanopolis News

“Estamos passando veneno que o estado do paraná nos fornece , com bombas mecânicas onde vamos até os fundos da casa de cada Sertanopolense e pedimos para que os proprietários abra a casa e acompanhe o trabalho do agente. 

Nas regiões mais criticas, estamos deixando um alerta pendurado no portão e estamos notificando e aplicando multa nos terrenos que não estão sendo limpos.

Se você tem um vizinho que não está cuidando do quintal, acumulando entulhos, pode realizar uma denúncia anônima onde será apurada pelo agentes de endemias , vigilância sanitária e fiscais da prefeitura. Participe do combate a dengue.”. Completou.

A denúncia pode ser feita através do WhatsApp da Vigilância Sanitária (43) 99612-5383 ou pelo telefone (43) 3232-8100. Você também pode realizar pelo portal da prefeitura ( Se preferir pode ser anonimamente) . Veja o passo a passo.

Ouça o áudio abaixo:

 

 

A coordenadora de endemias, Sra. Rosana informou que estão trabalhando em tempo real, onde o paciente vai para os Postos de Saúde ou Hospital, onde são notificados ( suspeitos de dengue). Ela explicou que esta notificação chega para ela e sua equipe em tempo real, e com isso já acionam os postos de saúde para estarem realizando a vistorias nos locais, não só na casa do paciente, mas sim na quadra inteira e aos redores.

Rosana reitera que está tendo muita recusa por parte da população em receber os agentes e isso acaba atrapalhando muito o trabalho.

” Recebemos uma quantia de veneno do estado e as duas bombas postais estão trabalhando em cima disso . chegou a notificação, o agente realiza o bloqueio mecânico e nós realizamos o bloqueio químico, estamos tentando realizar isso em tempo real “. Disse

Além do combate,  a coordenadora informa a importância da pessoa que está com suspeita de dengue realizar o acompanhamento, com realizações de exames, a partir disso , ter a resposta e realizar o tratamento. Ela explica que a dengue é uma doença que demora dias para ser diagnosticada.

” Vale reiterar  que não existe remédio para dengue, apenas água, justamente por isso que acompanhamos as plaquetas, pois se as plaquetas caem muito, teremos que aumentar a hidratação do paciente, por isso é importante o acompanhamento, a prova do laço para poder cuidar da saúde”. Finalizou

Ouça o áudio

 

 

DENGUE – CICLO SEMANA 31-2023 A 30-2024 – Atualizado em 15_02_2024 – RELATÓRIO PADRÃO (1) (1)

Deixe seu comentário
Compartilhe
error: Conteúdo protegido!!