23/06/2024

Sertanopolis News

Nada além da verdade!

Com bancos em estado crítico, Hemepar reforça importância da doação de sangue

2 min de leitura

No Dia Nacional do Doador Voluntário de Sangue, comemorado nesta terça-feira (25), as 22 unidades da rede Hemepar promovem programação especial para homenagear os paranaenses que doam sangue freqüentemente. Curitiba, 25/11/2014. Foto: Venilton Küchler/SESA

Hemepar alerta para urgência da doação de sangue no Paraná, em especial dos tipos O, e B-, que estão com suas reservas em condição crítica, com estoque suficiente para até dois dias.

O Centro de Hematologia e Hemoterapia do Paraná (Hemepar) reforçou nesta quarta-feira (22) a urgência para a doação de sangue no Paraná, em especial dos tipos O, e B-, que estão com suas reservas em condição crítica, com estoque suficiente para até dois dias.

 

“Sempre que falamos sobre doação, reforçamos um ponto especial: não existe substituto para o sangue. Por isso, o ato de doar não é somente uma ação solidária, mas de importância incalculável para salvar vidas. Com uma única doação, é possível ajudar até quatro pessoas que precisam de sangue”, disse o secretário de Estado da Saúde, César Neves.

 

Estado formaliza repasse de R$ 59,8 milhões em Atenção Primária à Saúde para municípios

Os homens podem doar a cada dois meses, em quatro vezes ao ano. As mulheres, a cada três meses, numa máxima de três doações ao ano. Depois de coletado, o sangue é fracionado e acontece o processo de separação dos hemocomponentes (plasma, hemácias, plaquetas e crio).

 

Na sequência, a bolsa fica estocada até o resultado dos exames para a liberação. Por isso, também é importante ressaltar a necessidade da doação com antecedência, uma vez que, após a coleta, o sangue pode levar até 48 horas para ser liberado.

 

HEMEPAR – O Hemepar é responsável pela coleta, armazenamento, processamento, transfusão e distribuição de sangue para 384 hospitais públicos, privados e filantrópicos que atuam em todas as regiões do Paraná. É uma entidade sem fins lucrativos e atende à demanda de fornecimento de sangue e hemocomponentes do Estado graças às doações dos voluntários.

 

PARA DOAR – É necessário ter entre 16 e 69 anos completos. Menores de idade com autorização e presença do responsável legal. O doador deve pesar no mínimo 51 quilos, estar descansado, alimentado e hidratado (evitar alimentação gordurosa nas quatro horas que antecedem a doação) e apresentar documento oficial com foto (carteira de identidade, carteira do conselho profissional, carteira de trabalho, passaporte ou carteira nacional de habilitação). É possível agendar a doação clicando AQUI.

Agência estadual de notícias

Deixe seu comentário
Compartilhe
error: Conteúdo protegido!!