23/06/2024

Sertanopolis News

Nada além da verdade!

Sertanópolis enfrenta surto de Dengue com alta incidência em adolescentes

2 min de leitura

O município de Sertanópolis tem acompanhado a preocupante tendência estadual no aumento de casos de dengue. O Paraná, atualmente, está entre os estados com o maior número de casos, e a região de Londrina se destaca pelo elevado número de óbitos, muitos deles entre adolescentes de 10 a 15 anos e até bebês.

Em Sertanópolis, mesmo com todas as ações e mobilizações, os números são alarmantes. A média diária de atendimentos específicos de dengue nas últimas semanas ultrapassou 100 casos, chegando a mais de 150 atendimentos em alguns dias. Essa situação sobrecarrega os serviços de saúde, os trabalhadores da área e aumenta significativamente os gastos, além de paralisar outras ações importantes, como campanhas preventivas.

O município já conta com mais de 200 casos confirmados por critério clínico-epidemiológico na última semana, um óbito confirmado e dois em investigação, sendo um de um adolescente e outro de uma pessoa idosa. Destaca-se que boa parte dos casos confirmados são de crianças e adolescentes, e, na faixa etária dos 10 aos 14 anos, há vacina disponível contra a dengue.

Infelizmente, a adesão à vacinação tem sido baixa, com muitos pais acreditando que não é necessário vacinar adolescentes. Além disso, há informações equivocadas circulando na população sobre a segurança da vacina. É importante esclarecer que a vacina é segura e não causa danos à saúde, sendo uma ferramenta crucial para enfrentar a atual situação da dengue em Sertanópolis.

Reforçamos à população a importância de manter seus quintais livres de criadouros do mosquito e, ao perceber qualquer sintoma de dengue, como febre, dores pelo corpo, falta de apetite, dores abdominais e vermelhidão, procurar imediatamente uma unidade de saúde. Exames gratuitos para avaliar plaquetas e hematócrito dos casos suspeitos estão disponíveis.

A dengue é uma doença infecciosa que não tem um medicamento específico para eliminar o vírus. O tratamento é feito exclusivamente pela reposição de líquidos, com a recomendação de beber água e soro na proporção ideal, conforme orientado pela equipe de saúde.

Conclamamos a população a procurar a vacinação e a manter as medidas preventivas. A vacinação é uma forma cientificamente comprovada de erradicar e controlar doenças transmissíveis. Juntos, podemos superar esse desafio e proteger nossa comunidade.

Com informações do Departamento de Epidemiologia do Município de Sertanópolis.

Deixe seu comentário
Compartilhe
error: Conteúdo protegido!!