27/05/2024

Sertanopolis News

Nada além da verdade!

Saúde dos bezerros: pecuária exige cuidados com diarreia neonatal

3 min de leitura

Para obter o máximo potencial de seu rebanho, e assim, maior produtividade, o pecuarista sabe que saúde e bem-estar devem ser prioridades durante todo o processo de produção. Todos os estágios têm importância e demandam atenção dos produtores, a fim de evitar prejuízos e perdas.
Os bezerros recém-nascidos, por apresentarem um sistema imunológico em desenvolvimento, estão mais suscetíveis a contrair doenças. Os casos de diarreias destacam-se em animais jovens, especialmente durante as primeiras 4 semanas de vida. Elas podem ser causadas por diferentes agentes patogénicos, que ao agredirem a mucosa intestinal destes animais, causam essa diarreia, levando à diminuição da absorção de nutrientes essenciais para o desenvolvimento do animal e à desidratação.
“A prevenção é a melhor forma de proteger o rebanho da doença, com a vacinação é possível minimizar as perdas de produtividade e gastos futuros com medicamentos, que oneram ainda mais a produção’, disse o Gerente Técnico de bovinos da Zoetis, Juliano Melo. Caso os animais sejam acometidos pela diarreia é essencial o rápido diagnóstico e tratamento, pois caso não seja tratada a tempo, pode debilitar o animal e levá-lo a óbito.
As causas infecciosas mais comuns de diarreia são: rotavírus, coronavírus, e.coli K99, coccidiose entre outros. “Fatores como má condição de higiene, colostragem tardia e/ou com colostro de baixa qualidade, podem contribuir para o surgimento da patalogia”, destaca o especialista.
Os sinais clínicos como fezes líquidas, com sangue ou muco, desidratação, perda de peso e crescimento abaixo do esperado, podem ocorrer durante as primeiras semanas de vida do animal.
Prevenção

Juliano ressalta que medidas preventivas podem ser adotadas dentro das fazendas para mitigar os efeitos da doença. Algumas delas são:
– Cuidados com a cura do umbigo e fornecimento do colostro devem ser prioridade;
– Vacinar as vacas antes do parto para proteger os bezerros contra as diarreias virais e bacterianas;
– Reduzir a exposição de recém-nascidos a agentes infecciosos com higiene e bem-estar animal;
– Separar os animais doentes dos demais e fazer a higienização cuidadosa de equipamentos;
– Ter uma farmácia com antibióticos, anti-inflamatórios e hidratação adequados para o tratamento da diarreia;
– Reduzir o stress em vacas e bezerros;
Scouguard 4KC

A vacina de vacas com Scouguard 4KC é uma solução que a Zoetis possui em seu portfólio visando a visando a imunização passiva dos bezerros, na prevenção da diarreia neonatal causada por: coronavírus bovino, rotavírus bovino, amostras enterotoxigênicas de Escherichia coli e a betatoxina de Clostridium perfringens tipo C.

 

Sobre a Zoetis

Como empresa líder mundial em saúde animal, a Zoetis é movida por um propósito singular: fortalecer o mundo e a humanidade por meio da promoção do cuidado com os animais. Depois de mais de 70 anos trazendo inovações na maneira de prever, prevenir, detectar e tratar doenças em animais, a Zoetis continua a apoiar aqueles que criam e cuidam de animais em todo o mundo – de pecuaristas a veterinários e tutores de animais de estimação. Todo o seu portfólio de medicamentos, vacinas, diagnósticos e tecnologias terapêuticas, e aproximadamente 12.100 funcionários faz a diferença em mais de 100 países.

Deixe seu comentário
Compartilhe
error: Conteúdo protegido!!