15/04/2024

Sertanopolis News

Nada além da verdade!

Saúde capacita equipes para controle da dengue e inicia os preparativos para o Dia D

3 min read

O Dia Nacional de Combate à Dengue foi instituído pela Lei nº 12.235/2010 e determina que o penúltimo sábado do mês de novembro seja destinado para mobilizar iniciativas do poder público e da população para a realização de ações destinadas a enfrentar o vetor da doença.

A Secretaria de Estado da Saúde (Sesa) iniciou nesta terça-feira (8) um encontro entre representantes das 22 Regionais de Saúde, gestores municipais e profissionais da saúde para atualização e reforço das ações de enfrentamento ao Aedes aegypti, transmissor da dengue, zika e chikungunya.

O treinamento, realizado em Curitiba, pretende capacitar as equipes para as ações a serem desenvolvidas nos próximos meses, e em especial no próximo dia 19 de novembro, data escolhida para o Dia Nacional de Combate à Dengue.

“Essa atualização que estamos promovendo com as unidades sentinelas, Regionais de Saúde e municípios é importante na prevenção da doença. Reinventar as ações e mobilizar a sociedade civil são ações necessárias, assim como a continuidade do trabalho de vigilância”, disse o secretário de Estado da Saúde, Beto Preto.

“Precisamos continuar com o enfrentamento às arboviroses, especialmente a dengue. É um momento de atualização e capacitação dos profissionais, para que possamos diminuir o número de casos de dengue no Estado. É fundamental o apoio da população e que cada pessoa, cada família, vigie o quintal, terrenos baldios, um cuidado ambiental”, alertou a diretora de Atenção e Vigilância em Saúde da Sesa, Maria Goretti David Lopes.

Os criadouros mais comuns do mosquito da dengue são pneus, calhas, vasos, pratos de vasos, garrafas, caixas d’água sem tampa ou com a tampa quebrada, latas, lonas ou plásticos, ralos, bromélias, piscinas sem tratamento, banheiros em desuso, cisternas sem vedação adequada e recipientes que possam acumular água.

A população pode ajudar eliminando qualquer recipiente que possa acumular água, por menor que seja, é a chave para evitar a proliferação do mosquito.

DIA D – O Dia Nacional de Combate à Dengue foi instituído pela Lei nº 12.235/2010 e determina que o penúltimo sábado do mês de novembro seja destinado para mobilizar iniciativas do poder público e da população para a realização de ações destinadas a enfrentar o vetor da doença, por meio de ações educativas e divulgação. A recomendação principal é eliminar todos os recipientes que acumulem água.

Durante o treinamento também foi apresentada a campanha 2023, “Aqui o mosquito não entra”, uma parceria entre o Sesc PR e a Sesa no combate ao vetor. A iniciativa está na terceira edição e pretende conscientizar a população paranaense em uma força tarefa contra a doença.

Para Marcus Vinícius de Mello, diretor da divisão de Esporte, Lazer, Saúde e Turismo Social do Sesc Paraná, a parceria com a Sesa ajuda a disseminar a informação, principalmente nesta época do ano e com o aumento dos criadouros. “É fantástica essa parceria, pretendemos continuar cada vez mais fortes nessa iniciativa. Que esse encontro traga possibilidades e alternativas para melhorar e prevenir a saúde de nossa população”, disse.

DADOS – De acordo com o 13º informe semanal do período epidemiológico 2022/2023, publicado nesta terça, o Paraná registrou mais 103 novos casos da dengue. Atualmente são 1.394 confirmações em 175 municípios, somando 16.738 notificações da doença. Não há novos óbitos neste boletim.

Agência Estadual de notícias

Deixe seu comentário
Compartilhe
error: Conteúdo protegido!!