15/04/2024

Sertanopolis News

Nada além da verdade!

Saúde alerta para necessidade de prevenção de acidentes domésticos com idosos

2 min read

Esta semana é marcada no Paraná como a “Semana Estadual de Prevenção de Acidentes Domésticos com Idosos”. Durante este período, a Sesa orienta que sejam realizadas capacitações das equipes de saúde dos 399 municípios e recomenda atenção especial durante avaliações e orientações aos idosos.

A Secretaria de Estado da Saúde (Sesa) alerta para a necessidade de identificação de riscos para acidentes com idosos em suas residências. Esta semana é marcada no Paraná como a “Semana Estadual de Prevenção de Acidentes Domésticos com Idosos”. Durante este período, a Sesa orienta que sejam realizadas capacitações das equipes de saúde dos 399 municípios e recomenda atenção especial durante avaliações e orientações aos idosos.

Diversos tipos de acidentes podem acontecer nos domicílios, como quedas, queimaduras, choques elétricos, acidentes com animais, ferimentos com instrumentos cortantes, intoxicações, etc. Os mais frequentes são as quedas. Cerca de um terço dos idosos cai a cada ano.

“As quedas não são acontecimentos normais no envelhecimento, por esse motivo não se deve omitir sua ocorrência aos profissionais de saúde. Os idosos, suas famílias e cuidadores precisam conhecer os fatores de risco e as formas de prevenção. São ações simples, que podem fazer toda a diferença na vida dessas pessoas”, disse o secretário de Estado da Saúde, Beto Preto.

Em parceria com a Universidade Federal do Paraná (UFPR), a Sesa disponibiliza no seu site o Manual de Prevenção de Quedas de Idosos, que apresenta diferentes tipos de risco para quedas e formas de preveni-los. O material pode ser acessado clicando aqui.

Outro alerta pertinente para época de frio é manter os ambientes sempre ventilados e estar com a manutenção dos aquecedores em dia. Evitar o aquecimento de banheiros e outros ambientes fechados com fogão, forno ou churrasqueira é outra dica essencial – o mesmo vale para fogo feito em latas, pois eles podem liberar monóxido de carbono, um gás sem cor e sem cheiro, resultante da queima de combustíveis e madeira que pode levar a intoxicações graves e até a morte.

“A maioria dos acidentes podem ser prevenidos com medidas simples. Manter a atenção e conhecer os riscos são passos fundamentais para envelhecer com segurança e qualidade de vida”, explicou Beto Preto.

EXPECTATIVA – De acordo com as projeções populacionais mais recentes do IBGE, o Brasil tem 33.679.986 idosos, o que equivale a 15,57% da população brasileira total. O Paraná é o Estado com a quinta maior população idosa, formada por 2.002.790 indivíduos, correspondendo a 17,4% da população total.

Agência Estadual de notícias

Deixe seu comentário
Compartilhe
error: Conteúdo protegido!!