18/07/2024

Sertanopolis News

Nada além da verdade!

Procon Paraná alerta sobre novo golpe do falso presente de Páscoa

2 min de leitura

Procon Parana - Departamento Estadual de Proteção e Defesa do Consumidor, vinculado a SEJUF. Foto: Geraldo Bubniak/AEN

 

A pessoa recebe uma ligação informando que ela foi presenteada com um kit de chocolates. No momento em que o presente chega, o entregador diz que cobrará um pequeno valor referente apenas ao frete.

 

O Departamento Estadual de Proteção e Defesa do Consumidor (Procon-PR), órgão ligado à secretaria estadual da Justiça e Cidadania, alerta a população sobre um novo golpe na praça. Trata-se do “falso presente” de Páscoa. A pessoa recebe uma ligação que informa que ela foi presenteada com um kit de chocolates. No momento em que o presente chega, é avisada que precisa pagar apenas um pequeno valor pelo frete.

 

O entregador alega problemas de sinal na máquina de cartão, se afasta e faz a cobrança de valores altos. Segundo o Procon-PR, um cidadão lesado nesse golpe recebeu uma cobrança de R$ 7 mil na fatura do cartão de crédito.

 

Saúde orienta sobre cuidados ao escolher o pescado neste período de maior consumo

Santin Roveda, secretário da Justiça e Cidadania, reforçou que os golpes se tornam cada vez mais bem arquitetados e aumentam o risco à população. “As quadrilhas que aplicam estes golpes estão especializadas. Por isso, é fundamental ter todo o cuidado possível com dados pessoais e com o cartão de crédito, especialmente se ele tem habilitado o pagamento por aproximação”, afirmou.

 

Aplicativo Menor Preço é aliado para economizar nas compras de Páscoa

A diretora do Procon-PR, Claudia Silvano, enfatiza que é preciso ter muita atenção a qualquer situação suspeita. “A pessoa que receber ligação anunciando que foi contemplada com um presente deve redobrar o cuidado, principalmente se ela não está concorrendo em qualquer tipo de concurso ou sorteio”.

 

Segundo ela, esta é uma variação de outro golpe que envolve falsos presentes. “Há casos em que a pessoa supostamente está recebendo um presente, mas precisa preencher alguns dados pessoais na entrega e tem uma foto tirada com o presente”, explicou. “A partir disso, os golpistas conseguem fazer cadastros em instituições bancárias, por exemplo, que exigem reconhecimento facial. Houve um caso em que uma pessoa foi informada, após cair neste golpe, que um carro estava sendo comprado em seu nome”, concluiu a diretora do Procon-PR.

 

Denúncias de golpes podem ser feitas pelo site www.procon.pr.gov.br, ou pelo telefone 0800-041-1512.

Deixe seu comentário
Compartilhe
error: Conteúdo protegido!!