23/04/2024

Sertanopolis News

Nada além da verdade!

Paraná registrou o maior crescimento populacional proporcional do País em 150 anos

5 min de leitura

Curitiba, 14 de dezembro de 2022 - Pedestres no centro da capital paranaense.

 

Primeiro Censo Demográfico para contabilizar os habitantes brasileiros foi concluído em 1872. Neste intervalo, o número de moradores do Estado teve um crescimento quatro vezes mais rápido do que a média nacional, passando do 17º para o 5º ente federativo mais populoso do Brasil.

 

O Paraná é o estado que registrou o maior crescimento populacional em termos proporcionais entre os estados brasileiros desde o primeiro Censo Nacional, em 1872. O ritmo de crescimento do Estado foi mais de quatro vezes maior do que a média nacional, fazendo com que o Paraná passasse de 17º para o 5º ente federativo mais populoso do Brasil neste período.

 

Entre os 150 anos que separam o primeiro e o mais recente estudo demográfico nacional, a população paranaense cresceu de 126 mil para aproximadamente 11,4 milhões, um aumento de 8.930%. Neste mesmo intervalo de tempo, a população brasileira saltou de 9,9 milhões para 203 milhões, uma variação de 1.944%.

 

Além do Paraná, os estados que apresentaram crescimentos percentuais acima da média brasileira no período foram o Amazonas (6.741%), Mato Grosso (5.955%), São Paulo (5.204%), Santa Catarina (4.661%), Espírito Santo (4.567%), Goiás (4.298%), Pará (2.848%) e Rio Grande do Sul (2.402%).

 

Em números absolutos, os 11 milhões de novos habitantes dos municípios paranaenses entre o primeiro e o último Censo representam o quinto maior aumento do País. Por este critério, quem completa o top 5 são os estados de São Paulo, com 43,6 milhões de novos moradores, Minas Gerais (18,5 milhões), Rio de Janeiro (15 milhões) e Bahia (12,8 milhões).

 

O primeiro censo que passou a contar com a atual configuração, com 27 entes federativos, ocorreu em 1960. Nele, o Paraná já ocupava o posto de 6º estado mais populoso do Brasil. Na década seguinte, o Estado alcançou a sua melhor posição em nível nacional, ultrapassando o Rio Grande do Sul e se tornando o mais populoso da região Sul do País, marca que só voltou a ser obtida após a conclusão do Censo de 2022.

 

Apesar da primeira divulgação do IBGE não incluir a variável migração, os técnicos do Instituto Paranaense de Desenvolvimento Econômico e Social (Ipardes) avaliam que esse componente foi determinante para o crescimento populacional do Paraná ratificado pelo Censo de 2022. “Retornamos a uma condição de saldo migratório positivo, com mais pessoas entrando do que saindo do Estado, o que se deve sobremaneira às oportunidades econômicas criadas aqui”, afirma o diretor-presidente do Ipardes, Jorge Callado.

 

PERFIL – Apesar de ter sido a primeira e única capital da província e depois Estado do Paraná, Curitiba não era a cidade mais populosa em 1872. À época, Castro, com seus quase 21 mil habitantes, liderava o ranking estadual. Depois, vinham Curitiba (12,6 mil), Paranaguá (12,1 mil), São José dos Pinhais (10,8 mil) e a Lapa (8,7 mil).

 

Com o desenvolvimento dos polos econômicos regionais, o perfil mudou ao longo dos anos. Apesar de Curitiba rapidamente assumir e manter a liderança, possuindo atualmente 1,7 milhão de habitantes, as cidades de Londrina (552 mil), Maringá (407 mil), Ponta Grossa (356 mil) e Cascavel (345 mil) foram gradativamente aumentando a sua participação em relação à população estadual, tronando-se, ao lado da Capital, as cinco cidades mais populosas do Paraná a partir de 2010, posições mantidas no estudo mais recente.

 

Em termos de perfil domiciliar, houve um crescimento semelhante entre a população residente nas áreas urbanas e rurais do Paraná entre 1950, data em que este recorte passou a ser analisado pelo IBGE, e 1970, com mais pessoas residentes no campo (4,4 milhões) do que nas cidades paranaenses (2,5 milhões).

 

A partir da década de 1980, essa tendência se inverte pela primeira vez, com 4,5 milhões de habitantes nas áreas urbanas contra 3,2 milhões nas áreas rurais, acentuando-se nos estudos demográficos seguintes. Em 2010, a população rural do Paraná alcançou o mesmo patamar de 1950, com 1,5 milhão de residentes.

 

O IBGE ainda não divulgou os dados do Censo 2022 para este segmento, portanto não é possível afirmar se o êxodo rural continua a ser uma característica da população paranaense, mas as informações disponíveis sobre os estudos anteriores apontam para uma tendência de estagnação desta queda.

HISTÓRIA – O primeiro censo no Brasil estava programado para ocorrer em 1852, mas devido a uma revolta popular, acabou sendo adiado por 20 anos. Em 1872, finalmente aconteceu o primeiro estudo, que recebeu o nome de Recenseamento da População do Império do Brasil.

 

Com a criação do IBGE, em 1936, foi estabelecida a periodicidade decenal dos censos demográficos e a ampliação dos questionários, com a inclusão de perguntas sobre aspectos econômicos e sociais como os de mão de obra, emprego, renda, fecundidade e migrações internas, entre outros temas.

 

A partir de então, o IBGE faz o Censo Demográfico a cada dez anos – o último acabou sendo adiado por dois anos devido à pandemia – cujos resultados também são usados para a elaboração das projeções e estimativas populacionais anuais. Os estudos são importantes para as prefeituras porque embasam a distribuição de recursos do Fundo de Participação dos Municípios (FPM).

 

Confira o histórico populacional do Paraná em relação ao Brasil em cada Censo Demográfico já realizado:

 

1872:

 

Paraná – 126.722

 

Brasil – 14.333.915

 

Porcentagem da população: 1,28%

 

Posição entre os estados: 17º

 

1890:

 

Paraná – 249.491

 

Brasil – 14.333.915

 

Porcentagem da população: 1,74%

 

Posição entre os estados: 16º

 

1900:

 

Paraná – 327.136

 

Brasil – 17.438.434

 

Porcentagem da população: 1,88%

 

Posição entre os estados: 14º

 

1920:

 

Paraná – 685.711

 

Brasil – 30.635.605

 

Porcentagem da população: 2,24%

 

Posição entre os estados: 12º

 

1940:

 

Paraná – 1.236.276

 

Brasil – 41.236.315

 

Porcentagem da população: 3%

 

Posição entre os estados: 9º

 

1950:

 

Paraná – 2.115.547

 

Brasil – 51.944.397

 

Porcentagem da população: 4,07%

 

Posição entre os estados: 8º

 

1960:

 

Paraná – 4.296.375

 

Brasil – 70.992.343

 

Porcentagem da população: 6,05%

 

Posição entre os estados: 6º

 

1970:

 

Paraná – 6.997.682

 

Brasil – 94.508.583

 

Porcentagem da população: 7,4%

 

Posição entre os estados: 5º

 

1980:

 

Paraná – 7.749.752

 

Brasil – 121.150.573

 

Porcentagem da população: 6,4%

 

Posição entre os estados: 6º

 

1991:

 

Paraná – 8.443.299

 

Brasil – 146.917.459

 

Porcentagem da população: 5,75%

 

Posição entre os estados: 6º

 

2000:

 

Paraná – 9.558.454

 

Brasil – 169.590.693

 

Porcentagem da população: 5.64%

 

Posição entre os estados: 6º

 

2010:

 

Paraná – 10.444.526

 

Brasil – 190.755.799

 

Porcentagem da população: 5,48%

 

Posição entre os estados: 6º

 

2022:

 

Paraná – 11.443.208

 

Brasil – 203.062.512

 

Porcentagem da população: 5,64%

 

Posição entre os estados: 5º

Deixe seu comentário
Compartilhe
error: Conteúdo protegido!!