23/06/2024

Sertanopolis News

Nada além da verdade!

IDR-Paraná começa projeto com placas solares para geração da própria energia

2 min de leitura

O Polo de Pesquisa Paranavaí do IDR-Paraná (Instituto de Desenvolvimento Rural do Paraná – Iapar-Emater) serviu de modelo para um projeto de energias renováveis que foi idealizado por servidores da entidade. As placas devem gerar cerca de 1.500 kW por mês, compensando todo consumo da unidade.

O Polo de Pesquisa Paranavaí do IDR-Paraná (Instituto de Desenvolvimento Rural do Paraná – Iapar-Emater) serviu de modelo para um projeto de energias renováveis que foi idealizado por servidores da entidade. Claudemir da Silva Rodrigues e Paulo Alexandre Correa são técnicos da área de engenharia e manutenção e trabalham em Londrina. Eles fizeram o projeto e instalaram 17 placas solares para geração própria de energia na sede do Noroeste.

O investimento total nas placas foi de R$ 25 mil. Como a mão de obra foi da equipe coordenada pelos técnicos, a economia chegou a 50%. De acordo com Paulo, as placas instaladas em Paranavaí devem atender todo o gasto de energia da unidade.

“As placas devem gerar cerca de 1.500 kW por mês, o que atende 100% do gasto do prédio onde foram instaladas, que gasta cerca de 800 kw por mês. O saldo devemos repassar para as outras unidades”, afirma.

Claudemir conta que a equipe idealizou este projeto por três ou quatro anos e fizeram testes de instalações na sede de Londrina para obterem conhecimento e prática necessários. “Instalamos um kit de placas em Londrina primeiro, e depois que tivemos segurança escolhemos Paranavaí pela incidência solar e por ser um local próximo”, afirma. “Mas nossa ideia é expandir o projeto para outras unidades do IDR. Já temos previsão para instalarmos 22 placas em Maringá no início do próximo ano”.

Segundo os técnicos, a próxima instalação terá um investimento de R$ 32 mil e deve servir como uma usina para distribuição de energia para outras sedes.

TRANSFORMAÇÃO ENERGÉTICA – O IDR-Paraná também oferece subsídios para que o produtor rural possa investir em energias renováveis através do programa RenovaPR. Lançado em agosto de 2021, o programa, que facilita a instalação de sistemas de energia fotovoltaica e biogás/biometano para agricultores, já conta com 5.389 projetos acatados pelo IDR-Paraná, o que representa uma soma de investimentos em andamento que ultrapassa R$ 1 bilhão, mobilizados com o apoio do Banco do Agricultor Paranaense.

Para o coordenador estadual do RenovaPR, Herlon Goelzer de Almeida, o programa alcançou este alto investimento porque o impacto da energia nos custos de produção faz com que os agricultores procurem alternativas de geração própria. “O RenovaPR estimula que tanto o agricultor quanto cooperativas e agroindústrias invistam na geração da sua própria energia. E para isso concedemos subsídios nos juros. Estamos fazendo o nosso papel para a transformação energética do campo”, afirma.

Agência Estadual de notícias

Deixe seu comentário
Compartilhe
error: Conteúdo protegido!!