18/07/2024

Sertanopolis News

Nada além da verdade!

Concurso Nacional Unificado supera 2,1 milhões de inscritos e já é o maior da história

2 min de leitura

Números finais do “Enem dos Concursos” serão consolidados ao longo da semana, após compensação de todos os pagamentos das Guias de Recolhimento da União

O Concurso Público Nacional Unificado (CPNU) já é o maior processo seletivo de vagas na administração pública da história. Apesar de o número final de inscritos ainda não ter sido fechado, o que ocorrerá ao longo da semana (após compensação bancária de todos os pagamentos das Guias de Recolhimento da União), já é possível afirmar que o chamado “Enem dos Concursos” contabiliza mais de 2,1 milhões de inscrições.

O número representa a soma dos 1,5 milhão de inscritos com pagamento confirmado até o fim de semana e mais de 600 mil isentos do pagamento por pertencerem a quatro grupos: cadastrados no Cadastro Único para Programas Sociais (CadÚnico), bolsistas do Universidade para Todos (Prouni), financiados pelo Fundo de Financiamento Estudantil (Fies) e doadores de medula óssea.

O Ministério da Gestão e da Inovação em Serviços Públicos aguarda a compensação bancária final dos pagamentos para divulgar o balanço final de inscrições confirmadas e o número total de inscritos por cada bloco temático. O anúncio será feito pela ministra Esther Dweck.

PROVAS – As provas do Concurso Público Nacional Unificado serão no dia 5 de maio. A aplicação será simultânea em 220 cidades, nas 27 Unidades da Federação, com questões objetivas específicas e dissertativas, por área de atuação.

A divulgação dos resultados das provas objetivas e preliminares das provas discursivas e redações será realizada em 3 de junho. O resultado definitivo será anunciado em 30 de julho. A etapa de convocação para posse e realização de cursos de formação começará no dia 5 de agosto. O “Enem dos concursos” vai selecionar 6.640 servidores para 21 órgãos federais.

IGUALDADE DE OPORTUNIDADES – O objetivo do CPNU é promover igualdade de oportunidades de acesso aos cargos públicos efetivos, padronizar procedimentos na aplicação das provas, aprimorar os métodos de seleção de servidores públicos, de modo a priorizar as qualificações necessárias para o desempenho das atividades inerentes ao setor público e zelar pelo princípio da impessoalidade na seleção dos candidatos em todas as fases e etapas.

Fonte: Secretaria de Comunicação Social

Deixe seu comentário
Compartilhe
error: Conteúdo protegido!!