PRF apreende 150 toneladas de drogas no Paraná em 2020 e registra novo recorde histórico

A Polícia Rodoviária Federal (PRF) apreendeu 149,8 mil quilos de drogas ao longo de 2020 no Paraná. O volume é o maior de toda a série histórica da PRF no estado, iniciada em 2010, e representa um aumento de mais de 130%.

Do total de drogas apreendidas pelos policiais rodoviários federais no ano passado, 145 toneladas são de maconha; duas toneladas, de cocaína; e 1,3 tonelada, de skunk, variação mais potente da maconha.

Em 2020, policiais rodoviários federais também retiraram de circulação 48 milhões de maços de cigarro contrabandeados do Paraguai, 96 armas de fogo e quase 10 mil munições de diversos calibres.

No total, 3.367 pessoas foram presas no ano passado pela PRF; 616 por tráfico de drogas e outras 555, por contrabando ou descaminho em território paranaense.

O total de 145 toneladas de maconha apreendida, representa um aumento de 150% em relação às 58,3 toneladas no ano de 2019. O total de 1,3 tonelada de skunk apreendido representa quase 5 vezes o montante apreendido em 2019, de 270 quilos.

O número de veículos recuperados aumentou 10% e as apreensões de eletrônicos e equipamentos de informática, 21%.

Nacionalmente, a PRF no Paraná contribuiu para os índices recordes de apreensões nacionais da Polícia Rodoviária Federal em todo o país.

Operações

A PRF, em 2020, realizou diversas operações nas quais o policiamento orientado pela inteligência ajudou a aumentar o número de apreensões e prisões relacionadas ao tráfico de drogas e ao contrabando. As operações conjuntas com órgãos federais, estaduais e municipais contribuíram para esse aumento. Outro fator determinante é a posição geográfica do estado em relação ao Brasil, fazendo fronteira com o Paraguai, maior produtor de maconha das Américas. Aliado a esses fatores, o investimento na capacitação de policiais no combate ao narcotráfico também são traduzidos nos resultados apresentados.

Prejuízo ao crime organizado

Com a estratégia de negar o uso da logística ao crime organizado para assegurar a prosperidade nacional, por meio de uma repressão qualificada, orientada pela inteligência, incrementando o uso de tecnologias e expertise policial, a apreensão de itens que representam maior valor para a criminalidade, como drogas, cigarros e armas e recuperação de veículos utilizados em roubos e furtos e transporte de ilícitos resultou num valor de aproximadamente R$ 515 milhões de prejuízo aos cofres das organizações criminosas.

Resultados

Apreensões da PRF no Paraná em 2020:

– 145,2 toneladas de maconha;
– 2 toneladas de cocaína;
– 1,3 tonelada de skunk
– 441,8 quilos de crack;
[Total de drogas: 149,8 toneladas]
– 48 milhões de carteiras de cigarro;
– 616 pessoas presas por tráfico de drogas;
– 555 pessoas presas por contrabando ou descaminho;
[Total de pessoas presas: 3.367]
– 641 veículos recuperados.

Apreensões da PRF no Paraná em 2019:

– 58,2 toneladas de maconha;
– 4.087 quilos de cocaína;
– 648 quilos de crack;
[Total de drogas: 63 toneladas]
– 39,7 milhões de carteiras de cigarro;
– 448 pessoas presas por tráfico de drogas;
– 376 pessoas presas por contrabando ou descaminho;
[Total de pessoas presas: 3.344]
– 581 veículos recuperados.

Fonte: PRF

admin

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Next Post

Dois jovens morrem após cair de cachoeira em Faxinal

seg mar 15 , 2021
Dois moradores de Londrina identificados como Fernando Danziger, 30, e Any Duarte, 21, morreram na tarde deste domingo (14) após caírem de uma altura de aproximadamente 40 metros, em Faxinal, em um local conhecido como Cachoeira do Chicão II. Segundo testemunhas, eles estavam no topo da cachoeira quando Any teria […]

Tags