Polícia Civil colabora na doação de órgãos de paciente em Londrina

A Polícia Civil do Paraná (PCPR) colaborou no processo de doação de órgãos de um paciente com morte encefálica em Londrina, Norte do Estado. Em seis horas e meia os peritos papiloscopistas coletaram as impressões digitais do homem de 48 anos e o identificaram, permitindo que a equipe de transplante agisse rápido para garantir a doação de três órgãos. 

O trabalho dos papiloscopistas ocorreu no dia 20 de agosto. Por volta de 10h30 foi feita a coleta no hospital Santa Casa de Londrina, e em seguida, os dados foram analisados pelo setor de perícia datiloscópica, que encontrou o cadastro do paciente no banco de dados. 

A perícia datiloscópica – análise das impressões digitais – é fundamental para que o protocolo de verificação de morte encefálica seja aberto pela equipe médica. Esse é primeiro passo do processo para doação de órgãos e tecidos. 

Por volta de 17h o laudo de perícia papiloscópica, confirmando a identidade do paciente, foi entregue à Coordenadoria da Organização da Procura de Órgãos de Londrina. Com o documento a equipe de transplantes pôde consultar a família do homem sobre a autorização para a doação. Dois rins e um fígado foram doados a três receptores.

admin

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Next Post

Tentativa de homicídio: Jovem é esfaqueado no pescoço em Londrina

seg set 14 , 2020
Um jovem de 21 anos foi vítima de uma tentativa de homicídio na madrugada desta segunda-feira (14/09), na zona sul de Londrina. O fato aconteceu na rua João Corrêa dos Santos, no Jardim Itapuã. Segundo informações, o rapaz identificado como Leandro Francisco Soares foi atingido na região do pescoço durante […]

Tags