Homem que praticou crime de racismo contra mulher negra em posto de combustível em Cornélio Procópio é denunciado pelo MPPR

O Ministério Público do Paraná, por meio da 2ª Promotoria de Justiça de Cornélio Procópio, no Norte Pioneiro do estado, ofereceu nesta sexta-feira, 4 de setembro, denúncia criminal contra um homem pelo crime de racismo. O fato ocorreu em 18 de julho deste ano, quando o denunciado, ao chegar com seu veículo em um posto de combustíveis na PR-160, no município de Cornélio Procópio, se recusou a ser atendido por uma funcionária negra.

De acordo com a apuração do MPPR, que contou com análise de imagens de câmeras de segurança do local, o homem teria dito: “Eu não vou nessa bomba, vou na outra porque sou racista” – fala que foi, inclusive, reiterada. O autor do crime somente deixou o estabelecimento após ser atendido por outra funcionária (que não era negra). O crime de racismo está tipificado na Lei 7.716/1989 e tem pena prevista de um a três anos de detenção, além do pagamento de multa.

admin

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Next Post

Suspeito de feminicídio em Arapongas é preso em Rolândia

ter set 8 , 2020
Policiais militares do 15° Batalhão de Polícia Militar prenderam um homem de 40 anos em Rolândia ontem (07/09) suspeito de ter cometido um feminicídio em Arapongas. Ele foi detido pela PM ao trafegar com uma motocicleta Titan vermelha pela rotatória que dá acesso ao Distrito de São Martinho, após ter […]

Tags